Psicogenealogia

Somos todos filhos e filhas, netos e bisnetos. Nosso corpo é o resultado da combinação de milhares de pessoas antes de nós. Hoje a epigenética, a ciência que estudas aspectos moleculares periféricos aos genes, mas que modulam a expressão desses, nos ensina que traumas dos antepassados são transmitidos como moléculas e reações de metilização das moléculas de DNA, até 7 gerações adiante.

O DNA funciona talvez como uma antena que capta vibrações nos atraindo ou não para certas pessoas, colabora a recriar situações que parecem repetir de alguma forma o passado recente ou até mesmo longíquo, esquecido. 

O estudo das árvores genealógicas, os heredogramas ou geneogramas, evidenciou vários fenômenos (síndrome da data de aniversário, lealdades invisíveis, criança de substituição…) que podem ser resultado de situações vividas no passado pelo coletivo familiar, ou certas dinâmicas existente em famílias disfuncionais (paciente designado, alianças familiares/exclusão…), que têm um profundo impacto no indivíduo. 

O trabalho integrado da Psicogenealogia com a cura do Karma Familiar através Ho’oponopono, EFT, Mental Training e a criança interior, as paisagens interiores, entre outros, permite restaurar os papeis e os deveres, depositar as bagagens que não nos pertencem e deixar fluir a energia no círculo familiar.